Solidariedade e Responsabilidade Social

Solidariedade e Responsabilidade Social

O ser humano é solidário por natureza!

Nas adversidades, catástrofes naturais, na guerra, na enfermidade, na pandemia, no desemprego, em fim, são varias as situações em que a solidariedade aflora nas pessoas mesmo sem conhecer, sem ter intimidade com aquele que sofre.

É comum assistirmos aos noticiários mobilizações que atravessam fronteiras em defesa de povos, populações em situação de Risco Social.

Existem no mundo uma gama de organizações não governamentais, fundações que tem por objetivo através de projetos sociais abraçarem causas nobres em prol de indivíduos, famílias, crianças, jovens e idosos, auxiliando esses na superação de suas dores e na garantia dos seus direitos. Além de inúmeras militâncias em defesa das diferenças e das minorias.

No mundo empresas de pequeno, médio e grande porte, incluem em suas diretrizes a Responsabilidade Social, com aporte de recursos e ações de proteção ao meio ambiente, revitalizações locais nas comunidades onde estão inseridas, através de suas fundações com projetos educacionais, esporte cultura e lazer, principalmente nas Comunidades de alto risco social impactante.

Portanto, hoje empresas buscam no mercado candidatos para compor suas equipes de trabalho que correspondam com suas políticas de responsabilidade social, pessoas que tenham em seus currículos um comprometimento social em sua comunidade, através de trabalhos voluntários e ações  solidárias.

Antes um papel que freqüentemente estava voltado para a espiritualidade e a religiosidade, agora organizações do mundo inteiro também abraçam causas pelo bem estar social e do planeta. Países de todos os continentes se unem em acordos globais em defesa da Paz e preservação da Vida.  

Não obstante as empresas de pequeno porte, as MPEs, também, direta ou indiretamente precisam estar atentas aos quesitos da Responsabilidade Social sob todos os seus aspectos.

Quando da liberação de um alvará, licença para funcionamento, esses aspectos de proteção à vida já são observados e muitas das vezes são impeditivos para que alguns segmentos do mercado nem saiam do papel. (saneamento básico, vigilância sanitária, desmatamento, poluição, perturbação, dentre outros impactos sociais).

É um  tema vinculado ao setor de marketing, onde empresas são reconhecidas e respeitadas pelos seus fornecedores, clientes e sociedade com um todo pelo seu nível de comprometimento com a Responsabilidade Social.

Recicle mais, plante árvores em sua comunidade, cuide das nascentes e rios, não polua o ar, não faça apologia ao descaso e negacionismo, promova a solidariedade em seu entorno, respeite o meio ambiente e a Vida.

Sua MPE pode apoiar entidades devidamente reconhecidas em suas Cidades e Região.  Ao apoiar procure observar idoneidade, peça referências, procure saber dos serviços  prestados à sociedade, se tem reconhecimento de utilidade pública e registro em Conselhos pertinentes no Município. Não corra o risco de perder investimentos e doações com destinos duvidosos.

Existem muitos grupos com compromisso sério nesse seguimento, o Terceiro Setor, que depende da sua Solidariedade: APAEs, Santas Casas, Associações de Bairros, Instituições de Longa Permanência para Idosos- ILPIs, Abrigos,  ONGs, OSCIPs, APACs, Projetos Sociais, Entidades de Proteção aos Animais, ao Meio Ambiente, de Amparo às Famílias, às Crianças na Primeira Infância, de Dependência Química. São muitas as opções para que as MPEs possam fazer a sua parte em favor da VIDA. (algumas contribuições poderão ter deduções nas declarações do Imposto de Renda, procurem Especialistas e Conselhos de Direitos de seu Município).

Fonte (imagem):

https://mppr.mp.br/2020/06/22709,10/Solidariedade-faz-a-diferenca-para-enfrentar-crises-de-saude-e-financeira.html

Voce deseja criar, atualizar, regulamentar sua entidade, fundação ou projeto?

Ligue: 35 99145-2698 – Email: logosrh@gmail.com

Laércio Cristino Martins

Consultor Adm / Coml.

Deixe um comentário